portalacheaqui
Um novo site de notícias e entretenimento
Receitas
Dicas e Curiosidades
Mundo Pet
Faça Fácil
Tecnologia
Vegano
Educação
Saúde e Bem Estar
Fale Conosco



 
Cadastre-se e receba
nossas atualizações
 
Nome:
Email:
 


Como Fazer
> Mundo Pet > Comportamento Estranho do Gato
quibe
Envie sua Dica ou Curiosidades, teremos prazer de compartilhar, Clique Aqui

Comportamento Estranho do Gato
Ansiedade de Separação

Comportamento Estranho do Gato
Imprimir
Email


Como saber se seu gato está sofrendo de Ansiedade de Separação

Os gatos geralmente são muito independentes, é por isso que as pessoas acham difícil acreditar que um gato pode ter ansiedade de separação, mas eles são seres sociais que formam fortes relações com seus humanos.

Além disso, os gatos não gostam de mudanças, se houve uma mudança recente em sua rotina ou horário de trabalho, seu gatinho pode se sentir abandonado.

A ansiedade de separação do gato é mais difícil de detectar do que a ansiedade de separação do cão, seu gato não vai latir ou destruir completamente o lugar como faria um cachorro.

Mas eles podem começar a miar muito, ficar grudados ou se esconder enquanto você está prestes a sair.
Um gato ansioso também pode mostrar sinais de medo, ou urinar e defecar fora da caixa de areia.
Todos esses sinais podem significar que seu animal de estimação se sente negligenciado, deprimido ou ansioso, ainda assim, antes de tirar conclusões precipitadas, é melhor descartar problemas médicos.

Leve o seu gato ao veterinário para um check-up e não deixe de fora quaisquer sintomas físicos, alterações comportamentais e mudanças na sua vida doméstica ou nas rotinas diárias.


Sinais comuns de ansiedade e sintomas do gato
Quando os gatos formam laços disfuncionais com seus humanos, eles desenvolvem problemas comportamentais, como urinar em suas roupas ou em sua cama quando você estiver ausente.

Não quer dizer que eles estão se vingando de você por deixá-los sozinhos, mas sim um sinal de afeição, misturando seus aromas, seu gatinho está tentando se acalmarse adaptar.

Os gatos podem não estragar sua casa inteira na mesma proporção que os cães, mas o comportamento destrutivo não é incomum, os Felinos gostam de derrubar coisas e arranhar portas e móveis.

Outros sinais e sintomas da ansiedade de separação felina:
- Fica miando excessivamente e alto
- Faz sujeira na casa
- Se lambe excessivamentee fica se alisando.
- Não come ou come muito rápido
- Vômito e diarreia
- Se isolado tempo todo

Felino

Entendendo as causas da ansiedade de separação
As causas da ansiedade de separação de gatos podem variar entre questões genéticas, assim como o ambiente em que se encontra, ou até mesmo de saúde.

Desmame precoce
Gatinhos que foram tirados de sua mãe e irmãos muito cedo podem ser mais propensos à condição, filhotes não devem ser separados de sua família felina até que tenham pelo menos oito semanas de idade.
Gatinhos órfãos também podem ter problemas, outra causa comum de ansiedade em gatos é a falta de socialização, ela deve ocorrer entre três e nove semanas de idade.

Genética
A genética, assim como a depressão dos gatos, também pode desempenhar um papel na ansiedade de separação felina.
Gatos siameses e birmaneses e gatos de alta estatura parecem ser mais propensos a essa condição.
Não há nada que você possa fazer para mudar a genética, mas você pode amenizar muito,dando ao seu animalzinho de estimação muitos exercício e estimulação mental.

Mudança ou falta de estímulos
Gatos que ficam entediados ou não têm tempo suficiente para brincar, podem ficar excessivamente ligados aos seus donos.
Outros gatilhos incluem mudanças importantes, como a morte de outro animal de estimação ou um membro da família,mudança de casa, férias, um novo bebê ou uma mudança no horário de trabalho.
E lembre-se, os gatos são muito bons em ler e perceber nossas emoções. Quanto mais ansiosa você estiver, maior a chance de seu gatinho ficar ansioso, especialmente quando você está prestes a sair de casa.

Problemas de saúde
Claro, antes de fazer o diagnóstico e decidir sobre o tratamento da ansiedade do gato, considere os problemas de saúde reais.
Com base nos sintomas, o seu veterinário saberá o que procurar. Eles podem verificar se há uma infecção do trato urinário, hipertireoidismo, doença intestinal, problemas de pele, alergias e parasitas.

gatinho


Opções de tratamento de Ansiedade de Separação
Uma vez que seu gatinho é diagnosticado com ansiedade de separação, seu veterinário irá recomendar o tratamento, e ele inclui, modificar o comportamento e medicamentos.

Se os sintomas não forem muito graves, a maioria dos veterinários começará a trabalhar com você, as técnicas de modificação do comportamento do gato concentram-se na redução do estresse e no aumento da estimulação.

Garanta um tempo para lhe dar atenção
A primeira e mais fácil coisa a fazer é brincar com seu gato duas ou três vezes por dia, inclua brinquedos diferentes nas suas sessões de jogo e permita que o seu felino satisfaça a sua presa, eles adoram “pegar a presa” no caso pode ser um brinquedo, um fio, e outros que ele aprecie.
Quando seu gatinho começar a brincar sozinho, incentive o comportamento, use guloseimas e elogios para fazer o comportamento ficar. * Não encoraje o comportamento grudento, miados ou qualquer ação que você não queira ver.

Proporcione um ambiente seguro e estimulante
Considere a obtenção de uma árvore de gato e arranhadores verticais, gatos adoram lugares altos porque fazem com que se sintam seguros.

Se o seu gatinho também puder observar os pássaros do seu local, isso é ainda melhor, contanto que você possa garantir a segurança de todos os envolvidos, você pode instalar um alimentador de pássaros no seu quintal, desta forma, seu gato pode ter seu próprio comitê de entretenimento privado.

Arranhadores manterão seus móveis intactos e permitirão que seu animal de estimação se estique, risque e marque seu território, gatos preferem arranhadores verticais, e se você pode ter alguns deles em casa, eles vão fazer bom uso dele, mas os coloque nas áreas onde seu gato passa a maior parte do tempo.

Para estimular seu pequeno caçador, esconda guloseimas na casa antes de sair, isto vai deixa-lo ocupado, afinal gatos adoram presas.

Desvincule os disparadores da ansiedade
Seu gato fica nervoso quando você está colocando suas roupas e se preparando para sair de casa?
Em caso afirmativo, determine quais itens fornecem o sinal que você está prestes a sair, pode ser sua jaqueta, chaves, uma bolsa ou uma maleta, até seus sapatos.

Qualquer um desses itens pode se tornar um gatilho de ansiedade, quando você descobrir o que ativa em seu gato o modo de pânico, vai conseguir trabalhar isto.

Comece a se preparar para sair de casa sem sair algumas vezes por dia, se as chaves forem o gatilho, pegue-as e coloque-as de volta, se estiver colocando seus sapatos, coloque-os por um minuto, como se você estivesse prestes a sair e, em seguida, os tire e continue suas atividades.

Quando seu gato parar de se assustar com essas coisas, você pode sair por um momento e depois por curtos períodos de tempo, quando você voltar para dentro, cumprimente seu animal de estimação e brinque um pouco, como seu companheiro felino fica menos estressado, você pode começar a sair por longos períodos de tempo.

veterinário


Quando medicação é necessária
Deixe o seu veterinário determinar se a medicação de ansiedade do gato é necessária para aliviar os sintomas, nunca medique seu gato sem consultar um veterinário e sempre dê a dose prescrita, felinos são sensíveis a alguns tipos de drogas, e cada gato é diferente, então você pode fazer mais mal do que bem.

Se os fatores genéticos estão causando a ansiedade, seu veterinário é mais propenso a prescrever drogas, eles também podem fazê-lo se a modificação de comportamento não estiver funcionando ou se os sintomas forem muito graves.

Deixe a decisão para o seu veterinário e siga as suas ordens, seu foco principal ainda deve ser gerenciar o estresse e o comportamento de seu amigo, todas as drogas podem ter efeitos colaterais leves a graves, portanto, não experimente por conta própria.

Filhotes


Ansiedade de Separação em Filhotes
Gatinhos que foram retirados cedo demais de suas mães são mais propensos a ter ansiedade de separação, eles não devem ser tirados de sua família antes de terem pelo menos oito semanas de idade.

O período entre três e nove semanas de idade é importante para a socialização, gatinhos que não foram introduzidos a outros animais e humanos durante este período também podem ter problemas.

Um novo ambiente, novas pessoas e uma socialização precoce e imprópria podem desencadear ansiedade de separação em gatos, se isso acontecer, haverá muitos miados, muitos arranhões e bagunça na casa.
Seja paciente e deixe seu gatinho se adaptar.

O que você pode fazer para ajudar
Certifique-se de fornecer um ambiente seguro, muito amor e tempo entre vocês e para e o novo membro da família, é sempre bom verificar com um veterinário e obter algumas dicas e truques extras.

O núcleo da ansiedade de separação do gato é a baixa autoconfiança e a alta dependência dos outros, você precisa deixar seu gatinho ser um caçador e incentivá-los a fazer as coisas por conta própria.

animal de estimação


Outros animais de estimação e crianças
Se você tem outros animais de estimação, apresente-os cedo e supervisione o comportamento, seja gentil e tente descobrir que tipo de brinquedos e brincadeiras o gatinho mais gosta.

Se tem filhos pequenos, ensine-os a ser gentis com os animais, caso tenha um bebê ainda no berço, não deixe o gato sozinho com ele durante as sonecas.

Importante:
Se o seu gato já tem ansiedade de separação, conseguir outro animal de estimação não ajuda, pode piorar a condição, pois os dois terão que compartilhar sua atenção já limitada.

Não introduza um novo animal de estimação em sua casa até que a ansiedade de separação do gato seja resolvida.

Deixar o gatinho sozinho


Deixar o gatinho sozinho
Na maioria das vezes, os gatos não têm problemas em ficar sozinho, mas se tiverem problemas de ansiedade, eles farão com que todos percebam, miando alto, chorando, coçando, defecando e urinando onde eles não deveriam, são sinais comuns.

Prepare-se para sair
Antes de deixar seu gatinho sozinho, certifique-se de que há comida, água e brinquedos suficientes à sua disposição.
Lugares altos onde eles podem cochilar, como uma árvore de gato ou algum outro arranjo, também são recomendados.
Quando estiver se preparando para sair, não perca muito tempo e energia em despedidas, isso dará ao seu gato chorão o sinal de que você está indo embora por um longo tempo.

Deixe seu gato desfrutar
Enquanto você está fora, seu felino pode desfrutar e brincar.
Eles podem assistir TV, eles adoram imagens de outro bichinhos, joguinho de gatos, e outros, mostre alguns para eles e logo descobrira os preferidos,
Deixe brinquedos vibrantes pela casa ou até mesmo coloque uma música clássica suave.

Monitore seu animal de estimação
Você pode pensar que agora você fez tudo o que podia para ajudar o seu gatinho a combater a ansiedade de separação.

Mas há outra coisa que você pode tentar, você pode monitorar o comportamento do seu gato enquanto não estiver em casa, usando uma câmera, assim fica mais tranquila e de coração mais leve.

Instagram
Google Plus
Twitter


Tapioca

Cogumelos derivados

ache aqui

Portal Ache Aqui - Todos os Direitos Reservados  - Copyright - ( 2018 ) - Proibida a Reprodução